Má noticia para o pai da criança

Má noticia para o pai da criança

Informações do produto

 

A novena do amor trincado Inspirados em romances tradicionais, os contos de Má notícia para o pai da criança travam diálogo com os textos do romanceiro tradicional português, aproveitando-lhes o enredo, as personagens, versos e temas. Contudo, o autor infiltra neles seu toque de Midas: a elaboração da linguagem. As personagens, geralmente vítimas do amor e de suas redes, são narradores de primeira pessoa nos contos. Relatam seus infortúnios causados pela obsessão, pela infidelidade e pelo engano, os três principais desencadeadores das intrigas que os nove contos desenvolvem. O autor detecta nelas, as personagens, o calcanhar-de-aquiles e lhes dá uma dimensão mais que humana, arquetípica. Em cada conto subjaz uma perturbação que acompanha a humanidade e sua inconsciência coletiva. Assim como as personagens, os conflitos se revestem de arquetipicidade. Numa olhada de síntese e de panorama nos nove temas, percebem-se o homem como vítima do enigma feminino e a mulher como eterno algoz da tranqüilidade masculina, ambos mediados pelo Amor, uma incompreensível tessitura de prazer, pasmo e infortúnio. O enredo, as personagens e os temas colhidos do romanceiro tradicional português são retomados numa linguagem detalhadamente criada. Na narração em primeira pessoa, a poeticidade do texto se alça através de recursos estilísticos, de empréstimos linguísticos de outras línguas, e de imagens que dão, ao mesmo tempo, plasticidade à narrativa e delicadeza humana ao drama das personagens. Nos nove contos, tem-se o que é a marca da obra de Reinaldo Santos Neves: a preocupação com a linguagem, a revisita às fontes tradicionais da literatura, o efeito poético tanto nas frases como na estrutura de suas narrativas, desde a elaboração das personagens à sugestão de idéias e sentimentos através das imagens. Marca de uma obra que está entre o que de mais brilhante a literatura brasileira tem produzido no Espírito Santo.

 

Autor: Reinaldo Santos Neves

Páginas : 124

Editora: Cândida